Consumo Autoral – Lively Kids

por Alexia Chlamtac

Lively Kid é o primeiro dos 12 targets, abrange crianças de 4 a 8 anos, ambos os sexos e não possui distinção de classe social.

É a partir dos 4 anos de idade que a criança começa a interagir mais ativamente com a família, começa a dizer do que gosta e do que não gosta. Apesar disso, ainda são influenciados pelos pais e também, extremamente dependentes! Paralelo a isso, é nesse momento em que começam as trocas com o mundo adulto, em que a criança passa a ter mais discernimento e por isso, passa a ser incluída no cotidiano dos mais velhos, já é capaz de estabelecer uma conversa, mesmo que simples, expressar opinião. Porém, não pode-se deixar de pensar em que está por trás, quem influencia essa criança. Voltando as trocas, uma criança nessa idade pode ajudar os pais a fazer um brigadeiro, seja abrindo a lata de achocolato ou ajudando a enrolar, é uma troca intensa para ela, que vai resultar em diversos prazeres à criança. Quando chegar ao colégio, contará aos colegas que já sabe fazer um brigadeiro, vai se sentir importante, madura por fazer parte daquele processo, por saber algo que seus amiguinhos ainda não sabem. Nessa fase, a criança quer se sentir importante e fazer parte do “círculo social” dos adultos, isso explica “as filhas” (bonecas), o fogão de brinquedo, o celular, ao brincar com protótipos do mundo maduro, ela se sente parte desse grupo.

O Lively Kids influencia outros targets (os pais e avós, principalmente), pois é personagem central, protagonista ativo da família. São extremamente inteligentes e têm facilidade com aparelhos touch screen, essa facilidade com a tecnologia vem da curiosidade, da sede de descobrir tudo. A comunicação com esse grupo deve ser fácil e direta, usando meios de comunicação cotidianos, como a televisão, por exemplo.

Anúncios