Workshop: Street Style

por Alexia Chlamtac

Há cerca de dois anos atrás, descobri um tal “The Sartorialist” e foi lá, naquele blog, que começou minha paixão por Street Style. Onde fotos nos mostram tendências futuras sem a ditadura das revistas de moda, dos estilistas de Paris.

As tendências vindas das ruas são mais palpáveis, rápidas e transmitem melhor o gosto e personalidade de quem usa, além, é óbvio, da tal história do inconsciente coletivo. É muito mais fácil termos noção do que é piração e do que possivelmente tomará as ruas com o “advento” dos blogs de Street Style (não que a “prática” seja nova, não é isso). Não existe estilista, marca, marketing, branding, ou qualquer outro motor influenciador, existe o indivíduo, o que ele escolheu pra sair de casa após horas de planejamento ou na correria de um atraso. São cliques “despretenciosos” e, principalmente, de pessoas reais, em um momento breve (ou não) de modelo, que nos mostram o que está acontecendo na moda mundial.

 

Antes da popularização dessa ferramenta (os blogs de street style), ficávamos presos a revistas de moda, que nos mostravam o lado conceitual, as tendências vinham das passarelas pras ruas. Agora, as tendências saem das ruas, são refinadas pelos estilistas e aparecem nas passarelas.

O fato é que não basta pegar uma câmera, tirar uma foto qualquer e pimba, foi! E se alguém aí estiver interessado em saber mais, entender melhor todo esse processo, dias 09 e 10 tem workshop sobre o assunto com o Igor Fidalgo.

“O objetivo deste workshop será apresentar aos participantes um resumo das tribos do século XX e seus desdobramentos no conceito de supermercado de estilos – teoria de moda amplamente difundida pelo historiador inglês Ted Polhemus. A partir dessa análise antropológica do estilo das ruas ao longo das décadas, os participantes estudarão os principais blogs de streetsyle do mundo, analisarão as linguagens editoriais destes veículos e entenderão suas diferentes linguagens fotográficas. Será realizado um trabalho de campo em que duplas ou trios sairão às ruas para fotografar personagens para, ao fim do workshop, montarem seu próprio blog de streetsyle com o material produzido. Ao final do workshop, cada participante deverá ser capaz de desenvolver o conceito editorial do veículo que pretende criar, de modo a integrar o conteúdo deste veículo com suas redes sociais.”

Anúncios