@BazaarBR

por Alexia Chlamtac

(post inútil da semana)

Quem acompanha o blog (alguém?) sabe que ando bastante descontente com a situação da moda, no Brasil. Falei sobre isso no post Desabafo. Não compro mais revistas, leio poucos blogs, comecei a perder totalmente o interesse. Há alguns meses atrás anunciaram a vinda de um novo título pra cá, a famosa Harper’s Bazaar.

Não levei fé, já esperava por um fracasso – ando bem incrédula -, sempre que anunciavam um editor novo, eu dava uma checada, mas só pra saber o que estava acontecendo. Vi a capa, não me interessei, aliás, achei bem mais ou menos. Ok, é Gisele, mas aquele fundo amarelo desvalorizou. Porém, a curiosidade falou mais alto, entrei em uma banca, não tinha, na segunda, não tinha. Desisti. Entrei num táxi e passei por uma banca anunciando, pensei em descer bem ali, desisti. No dia seguinte, parei pra comprar uma água em uma banca bem mequetrefe, tinha. Comprei. Fui pra casa, deixei de lado. Contei pra um amigo que estava enlouquecido atrás. A empolgação (e curiosidade) dele em saber a qualidade do conteúdo me fez começar a folhear. Olhei o expediente, o sumário, vi que tinham os dez dedos da Patrícia Carta. Resolvi ler a carta da editora, passei a página, comecei a enlouquecer, conteúdo de primeira linha. Acho que nunca tinha visto revista de tamanha qualidade no país. Ainda não terminei de ler, mas não que tenha ficado desinteressante, pelo contrário, gostei tanto que estou “economizando”. É a minha recomendação pro fim de semana, comprei uma Bazaar e leiam, mas devagar pra não acabar antes da próxima chegar.

Anúncios