Ballasox – teste!

por Alexia Chlamtac

Porque agora eu também faço de teste de sapato (isso existe?). Só não sei falar sobre isso depois, mas vamos tentar. Recentemente falei sobre a Ballasox por aqui. Assim que a assessora me mandou o release da marca, comentei com ela que já conhecia e que até tinha tentando comprar uma, mas não tinha meu número : (  então ela me mandou uma (achei muito fofo).

Olhei, analisei, não levei muita fé. Achei o solado muito duro, logo pensei que fosse ser muito desconfortável andar, complicado “dobrar” o pé. . Coloquei, dei uns dez passos e pensei: “não é que é confortável?”, senti um “aperto” atrás, mas é muito difícil encontrar alguma sapatilha que não faça bolhas no meu calcanhar. Hoje, dez dias depois, resolvi dar uma voltinha com ela (ok, eu sei que esse não é o propósito dela, mas não custa tentar, né?). Tava fazendo um calor infernal, todas as minhas sapatilhas são de couro ou semelhante, achei que fosse esquentar muito, “Alexia, por que você ia usar uma sapatilha no calor?”, porque tava na vontade, hehe. Aí lembrei da minha ballasox novinha, o tecido é fininho e mesmo tendo “forro”, tava com cara de ser mais fresca que as outras. Eu ia andar uns 100m, não custava tentar, né? Coloquei a bichinha no pé e lá fui eu. Conforto puro!!! É uma sensação muito gostosa, o forro é bem macio, parece que você ta com uma meia soltinha. Dá uma incomodada atrás, mas nada que um band-aid não resolva. JURO que nunca usei nada tão confortável, tô encantada. Porém, nem tudo na vida são flores, certo? A minha veio com aplicações de “tachinhas” que saem só de passar o dedo, parece que foram coladas com cola pritt. Pra mim, não é nada grave, afinal ela me ganhou pelo conforto. 

Gostei tanto que já estou considerando comprar mais uma(s). É muito conforto pra pouco preço, vale a pena!

 

Post enrolada, esquisito, porém sincero.

 

Anúncios