Brechozando por aí – o início da saga

por Alexia Chlamtac

Então, gente, a partir de hoje, eu farei uma série de posts (vou tentar um por semana) com endereço de Brechós aqui no Rio. Primeiro: os endereços são TODOS tirados do livro “O guia de brechós do Rio de Janeiro”, da Manuela Borges. SE, por ventura, aparecer algum que não seja do livro dela, vou avisar. Taí, um livro que vale a pena ser comprado, hahahaha, é pequenininho, leitura fácil, gostei bastante. Segundo: eu não entendo NADA de brechós, mas vou tentar, hahaha. Terceiro: no final de tudo, vou fazer um post dizendo quais os meus preferidos, ok? Quarto: ok, eu esqueci, mas tinha um quarto e era importante, hahaha, depois eu lembro.

Bom, hoje eu visitei dois e os dois em Ipanema.

O Tralhas e Trecos foi o primeiro. Para primeiro brechó da vida a experiência foi PÉSSIMA, é minúsculo. Imaginem uma lojinha apertadinha, é ela. Muita coisa brega, velha com cara de velha (porque velha com cara de nova a gente aceita, néam?), a moça que estava lá, uma senhora, não sei se era a dona ou trabalhava lá, era SUPER antipática, não deu a MENOR atenção, sabem? E além de todos esses defeitos, teve um que detonou tudo: o cheiro! Cheiro de coisa velha, guardada, mofo. Se eu fiquei CINCO minutos lá dentro foi muito, ODIEI.

Mas bem, essa é a minha opinião, né? Se alguém quiser visitar o endereço é esse aqui ó:

Rua Visconde de Pirajá, 330/sl.307 – Ipanema

É quase esquina com a Joana Angélica, quase em frente a Chaika (fujam daquele waffle, aliás, de tudo da Chaika, é bom demais, hahahaa).

Depois, eu fui no Catherine Labouré, também na Visconde de Pirajá. Aí os comentários mudam TOTALMENTE, vou dizer que lá não tem cheiro de coisas antigas? Não, todo brechó tem (acho eu), mas é quase imperceptível, não incomoda, não te expulsa da loja. Antes de entrar, eu já estava encantada com a iluminação, me lembrava cena dos anos 50, me teletransportei para um tempo em que eu não vivi, hahahha. Gente, tem um leque de penas/plumas (não sei) rosa choque, que é muito bapho, me controlei para não comprar, consegui vencer a vontade do consumismo. Tem óculos MA-RA-VI-LHO-SOS. Hoje fui mais conferir o endereço mesmo, nem fui comprar. Vou voltar lá depois para arrematar uns óculos, tem um Pierre Cardin di-vi-no. Eles costumam receber modelos novos (de óculos) quase toda semana. Tem váários lenços (adoro), bolsa LV, vestido Oscar de la Renta, calça Armani, algumas das peças que vi, tem uns vestidos curingas  pra festas que são bem legais, blusas belíssimas. Algo me chamou atenção lá dentro, não é tudo entulhado, lógico que as roupas ficam apertadinhas, mas você consegue ter pelo menos uma visão geral da loja, hahaha. Eles são super atenciosos, demais mesmo!!! Uns fofos! Vontade de levar todo mundo pra casa! Não sei gente, tem todo um cuidado na loja, entendem? Uma atenção, alguma coisa que me conquistou, hahaha. E gente, eles tem imã, cartão, calendário do ano que vem, até aquelas balinhas com o logo deles. SUPER vale a visita!

Rua Visconde de Pirajá, 207/ lj. 212 – Ipanema

www.catherinelaboure.com.br

A Aline, amiga santa que me acompanha nessas andanças Rio de Janeiro afora e ainda tira fotos pra mim, tirou essas fotos pra mim enquanto eu bisbilhotava lá dentro, hahaha. As fotos não ficaram muito profissa porque a bicha tava fazendo malabarismo, atendendo o celular, tentando focar e devia estar prestando atenção em algum gostosão também, kkkkk. Não me mata, amorzinho, só to brincando.

Pra que eu fui parar ali? HAHAH Acabei comprando um anel, droguinha.

Gente, adorei!! HAHAHAH

Anúncios