Bepantol x Hipoglós – oi, lábios!

por Alexia Chlamtac

Meninas, eu fiz um post semana passada falando da minha ida a dermatologista, lembram? Fiquei usando o Bepantol essa semana toda para conseguir falar pra vocês o que achei dele. Não sei como, eu só esqueci de passar um dia. Minha memória funciona melhor por vocês, hehe.

Vamos ao que interessa, né? Primeiro: não é aquela coisa branca e grudenta do Hipoglós, o que já conta muito. Porque eu não sei se vocês já perceberam, mas tirar o Hipoglós da pele sem água morna/quente é impossível, ele vai escorregando, grudando, ficando uma gosma. Horrível! E você fica com boca de fantasma, é grosso, me deixava com sede, hahaha e muitas vezes acordei com os lábios meio ressecados. O Bepantol é meio begezinho, mas quando você passa na pele fica com cara de gloss, sabem? O que já melhora muito, aparência ajuda MUUUUITO, haha. No primeiro dia eu já senti uma diferença ABSURDA nos meus lábios amados. A situação deles tava MUITO deplorável, hipoglós, lipbalm, nada mais resolvia, até o Bepantol chegar e eu ficar com lábios de bebê NO PRIMEIRO DIA. Cheguei a achar que era milagre, e olha que não acredito em milagres, hein!? hahahaha. Ao longo do dia começam a surgir aquelas pelinhas irritantes, porque os lábios começam a ficar ressecados, coloco meu carmex pra jogo e pronto, melhora. A noite o Bepantol finaliza o serviço com muita felicidade. Meus lençóis estão muito felizes com essa mudança, hahaha. Não ficam mais grudados de Hipoglós e já aconteceu até da gracinha aqui acordar grudada no lençol por causa do Hipoglós. Não passo mais por isso, é passado!

Teve um dia que meu exagero fez ficar sobrando produto nos meus deditos, aí resolvi passar nas unhas (pura falta do que fazer!) e não é que o danadinho SUPER hidratou as cutículas!? O Hipoglós só me deixava com unhas brancas (não saía por nada na vida).

Gente, existe diferença SIM!!! E agora eu sou team Bepantol!

Anúncios