Desmistificando o estilo das meninas negras

por Alexia Chlamtac

Desde pequena sempre achei algo especial, mágico na pele negra. Pele negra bem cuidada é algo incrível, tem um iluminado que vem do fundo da alma, reluz. Daí que não sei por qual motivo ainda existem preconceitos bestas em torno das meninas negras e ainda é complicado achar meninas negras “ousadas”, que capricham na produção e piram no cabeção (aliás, por que 90% alisa os fios? Acho tão bonito cabelo afro bem cuidado…), então sempre que acho uma assim, estilosa, morro de encantos, viro fã e foi assim, com a Julia Sarr-Jamois, mais uma editora que descobri e vim compartilhar com vocês, huhu.

Julia tem 23 anos e começou a carreira como modelo, achou que precisava de algo mais criativo e virou stylist e hoje é editora da Wonderland, mora em Londres, é meio francesa meio senegalesca e  dona de um estilo um tanto singular, horas extravagante horas beirando o básico do nosso dia-a-dia, ou quase isso. A moça tem bossa, um “je ne sais quois”… do tipo estonteante por ser, sem esforço, sabem?

Alguém tem o telefone da moça? Tô precisando descobrir como usar mini saia no inverno kkk Se alguém tiver, aproveita e pede o sapato azul da montagem aqui de cima emprestado? Grata! hahahaha

Ok, voltando ao que interessa, né? Sarr-Jamois (ôh, sobrenome lindo) tem porte longilíneo e um ar despreocupado, meio “desleixado” que se contrapõe ao estilo com ares de menininha vez ou outra, o que gera equilíbrio em sua figura #filosofando.

Quando o assunto são as calças, a jovem editora geralmente opta por jeans surrados associados a peças mais “elegantes” para que não perca sua suntuosidade cotidiana. A maioria dos seus jeans foram surrupiados do armário da mãe, que foi dona de um brechó, nos anos 80, se não me engano.

Julia não é do tipo que usa peças muito elaboradas, mas sim do tipo que transforma combinações simples em lindas produções, tipo a saia com estampa de píton usada com blusa vermelha e jaqueta preta, quem imaginaria que ficaria tão bom? E os óculos? Ah, os óculos são produção a parte…

Segundo entrevista à Vogue, a moça não gosta muito de maquiagem, então o que ela tem é o cabelo e as roupas. Julia adora estampas, texturas e de se divertir com suas roupas, então busca o mesmo com seu cabelo. Diz que no verão costuma prender o cabelo em um rabo de cavalo alto, mas que muitas vezes acaba esquentando muito e acaba parecendo que ela está com um chapéu “fuzzy” da Prada, e que uma vez no Halloween, em uma festa temática, onde o tema era a Disney, ela prendeu o cabelo em duas partes com laços e todos sabiam que ela estava fantasiada de Minnie Mouse, hahaha, achei a ideia fantástica, fica a dica para as meninas. Ah, a Julia usa o shampoo “Bumble & Blumble tonic shampoo” e o condicionador também da Bumble & Bumble, chamado “Creme de Coco Masque” e seca com o secador, mexendo/arrumando com as mãos.

Tem que ter muita personalidade pra sustentar o casaco do Sulley Sullivan com cabelo afro e continuar linda…